Proposta Pedagógica

Uirapuru: uma escola formadora 

O pensador suíço Jean Piaget nos apresenta uma visão muito importante de escola que pode ser resumida assim: não é a escola que forma; a escola é apenas uma das condições formadoras. 

Isso quer dizer que crianças e jovens não são indivíduos aos quais imprimimos a forma que desejamos. Têm disposições (genéticas e culturais) que se desenvolverão no encontro da "condição formadora". Assim, a educação não se dá nem "de fora para dentro", nem "de dentro para fora", mas no encontro dessas condições. 

A escola que é efetivamente "condição formadora” tem consciência de que os conhecimentos de fatos, teorias, leis, regras, podem um dia ser esquecidos, mas permanecerão as habilidades e competências intelectuais, os hábitos de trabalho, as regras de convivência social ao que deve voltar-se com especial interesse. 

Na escola formadora, como o Uirapuru, o aluno é instigado a participar, a perguntar, a raciocinar. É estimulado a pensar criativamente, a resolver problemas, conciliando teoria e prática, transpondo conhecimentos entre diferentes áreas, percebendo que valores e conhecimentos andam juntos. 

Fazer da escola uma verdadeira "condição formadora" é orientar professores, pais e alunos de que os conhecimentos são importantes, mas são apenas mediadores para que aquelas características se incorporem em nosso comportamento, e que são efetivamente fundamentais e úteis por toda a vida.